O Sporting precisa de vender para gerar receita, de forma a cumprir com as obrigações com a banca.

O jornal 'O Jogo' adianta que a SAD leonina terá que vender atletas para responder às obrgações pecuniárias e não pecuniários pendentes com o Novo Banco e o Millennium BCP.

No acordo de reestruturação financeira para com estas duas entidades foi negociado uma espécie de perdão temporário das obrigações que foram concedidas.

Os bancos estenderam assim o prazo para o clube cumprir as negociações e ir ao encontro das expetativas das negociações.

Adianta O Jogo, que a SAD leonina terá que apresentar argumentos financeiros que possibilitem um entendimento, já que a receita líquida nesta momento é diminuta.

Caso os leões não procedam ao pagamento das obrigações em falta, tanto o Millennium BCP como o Novo Banco poderão accionar as VMOC (Valores Mobiliários Obrigatoriamente Convertíveis) no valor de 135 milhões de euros, operação que é vista como limite.

Para já, a direção de Frederico Varandas procura reduzir a massa salarial do plantel e tentará até ao fecho do mercado transferir alguns atletas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.