O internacional brasileiro duplica ambições para a época que se avizinha e deixa uma interrogação que fala sobre as intenções do grupo: “O FC Porto não havia de ser favorito?”«Todos os anos costumam sair do FC Porto alguns dos melhores jogadores, que são sempre substituídos por outros que também entram bem. O objectivo é ajudar os novos jogadores para que se adaptem o mais rápido possível, sabendo que nunca é bom perder jogadores de alto nível», disse o guardião brasileiro na flash interview antes do treino matinal.

Com Beto e Nuno a lutarem por um lugar na baliza, o brasileiro assegura que todos partem em pé de igualdade e refere que existe companheirismo na “luta” pela titularidade: “Espero sempre fazer uma época melhor que a anterior e a ambição é de 200 por cento. O Beto é um grande guarda-redes e um grande companheiro mas somos todos iguais e a relação é igual há que existe com o Nuno e que existiu com Vítor Baia.”

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.