O advogado de André Geraldes, Tiago Coelho, reagiu às informações veiculadas ontem pelo jornal Correio da Manhã de que o seu cliente teria sugerido numa troca de mensagens com Bruno de Carvalho "ir para cima dos jogadores".

Em declarações ao referido jornal, o representante legal de André Geraldes afirma que estão a ser atribuídos "contextos e factos pelos quais André Geraldes não tem qualquer responsabilidade", nomeadamente as agressões a atletas na Academia do Sporting em Alcochete.

Já uma fonte próxima de André Geraldes garantiu também ao jornal Correio da Manhã que a referida mensagem enviada pelo antigo diretor geral da SAD do Sporting a Bruno de Carvalho a sugerir que se fosse 'para cima dos jogadores' foi apenas no contexto de fazer com que o antigo presidente retirasse processos disciplinares aos atletas.

"No final é proferida a frase 'ir para cima dos jogadores' quando fosse retirados os processos, mas só no sentido do diálogo", garantiu a referida fonte.

Já Tiago Coelho, advogado de André Geraldes, considerou também que "a informação que está a ser veiculada é falsa e coloca em causa o bom nome do meu cliente".

Recorde-se que o Correio da Manhã veiculou ontem que estão a ser transcritas pela Polícia Judiciária várias mensagens trocadas entre André Geraldes e Bruno de Carvalho apreendidas no âmbito do processo Cashball e que se foram validadas por um juiz deverão ser remetidas para o processo, em Lisboa, onde se investiga todo o contexto de coação exercida sobre os atletas e que culminou com os actos de violência em Alcochete no passado dia 15 de maio.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.