Depois da derrota já ao cair do pano, Álvaro Pacheco não escondeu a mágoa do resultado, mas aplaudiu o Vizela. Eis as declarações do técnico em flash interview na 'Sport TV'.

Frustração com o resultado: "Claramente. Antes disso, quero dar os parabéns a esta família vizelense. Jogar com o campeão nacional e nós em maioria, o que simboliza esta cidade, esta equipa e estes adeptos. Queríamos um resultado positivo para presentear esta família em semana de festas do conselho, que representa o que é ser vizelense. Não fomos capazes de conquistar pontos mas mostrámos o que é ser Vizela. Lutámos olhos nos olhos, tivemos mais oportunidades que o FC Porto e situações aflitivas na área. Controlámos bem os quatro momentos do jogo. O FC Porto teve mais caudal ao nível de bolas paradas e superiorizou-se aí. Pela exibição que fizemos, merecíamos outro resultado. Se tivéssemos concretizado as oportunidades flagrantes que tivemos, estávamos agora a falar de outro resultado".

Análise ao jogo: "Olhamos para este jogo com coragem e orgulho. Não fomos capazes de somar pontos, porque tivemos muitas bolas paradas. Sentia que o FC Porto só fazia aflição nesse momento. Houve demasiados lances de bola parada. Mérito à minha equipa por lutar de olhos no olhos com o campeão nacional. Isso é ser Vizela".

Evolução e crescimento da equipa: "Tem a ver com o crescimento e maturidade da equipa e ter a capacidade de entender o jogo. Temos de arranjar soluções para anular o que os adversários querem promover, atacar e promover os espaços na frente. Nota-se evolução dos meus jogadores, não só da equipa. Fico mais satisfeito por saberem identificar o que é preciso fazer no jogo. Não tivemos sucesso naquela bola parada, mas tirando isso estão de parabéns. A frustração que temos hoje é para levar para o próximo jogo, neste já não podemos mudar nada".

Já o defesa-central Bruno Wilson também não escondeu o desalento, frisando, em declarações ao mesmo órgão, a injustiça do resultado.

“É frustrante, mas dou os parabéns à minha equipa. Fizemos um grande jogo, sabíamos que íamos jogar contra uma das melhores equipas do nosso campeonato. Estudámos bem a equipa do FC Porto e penso que anulámos todos os pontos fortes deles. Foi um resultado injusto e estamos de parabéns. Fechámos todos os caminhos ao FC Porto e criámos mais oportunidades de golo. Temos de pensar já no próximo jogo. Aprende-se sempre, esta equipa vê os desafios passo a passo. Estamos já a mentalizar-nos para isso. Estamos mais consistentes defensivamente. Trabalhámos nesse aspeto e temo concedido poucas oportunidades aos adversários. Se não sofrermos estamos mais perto de ganhar”.

Crónica do jogo aqui

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.