Em duas semanas tudo se modificou no reino do leão. O Sporting que teve na Luz a possibilidade de roubar a liderança isolada na Liga ao Benfica somou um desaire frente às águias. Na semana a seguir voltou a perder frente ao SC Braga e caía para a quarta posição. Para não ceder mais terreno para águias e dragões era obrigatório o Sporting vencer no Restelo.

Jorge Jesus talvez desiludido com a performance de alguns dos seus jogadores ou ciente de que a sua equipa está com muitos jogos nas pernas fez uma autêntica revolução. Entraram Esgaio, Jefferson e Alan Ruiz no onze. Douglas e Beto renderam os lesionados Rúben Semedo e Rui Patrício. Já o técnico Quim Machado, sem poder contar com Palhinha e Duarte, jogadores emprestados pelos leões, colocou na equipa Gonçalo Brandão e Yebda.

Apesar das mudanças, os leões pressionados pelos últimos resultados tiveram muitas dificuldades para encontrarem o caminho da baliza. Para além disso, podia ter pago caro pelos erros defensivos. Que o digam Sturgeon (Bola ao poste) e João Diogo (remate para defesa de Beto) que tiveram nos pés o golo.

Já nos descontos, o Sporting chegou ao triunfo com um tento de Bas Dost e mantém-se na corrida ao título.

Momento do jogo e homem do jogo

Obviamente o golo de Bas Dost. Quando já nem os próprios adeptos sportinguistas acreditavam, Joe Campbell cruzou tenso na esquerda e o avançado holandês fez o desvio vitorioso para o fundo da baliza. O holandês foi decisivo na conquista dos três pontos para o Sporting.

Os melhores

Joe Campbell

Depois de uma primeira parte demasiado lenta, o Sporting precisava de velocidade, e velocidade parece ser o apelido do costariquenho. Com várias iniciativas pelos flancos, deu água pela barba aos defesas do Belenenses. Já em tempo de compensação ofereceu o golo a Bas Dost.

Gelson

Iniciou a partida a todo o gás e foram dele os primeiros sinais de perigo da equipa de Alvalade. Na segunda parte acabou por desaparecer um pouco do jogo.

Beto

Estreou-se na baliza do Sporting para o campeonato e esteve à altura de Rui Patrício. Foi gigante, com três intervenções de grande nível. Uma na primeira parte num remate de Sturgeon, depois de um lance em que o Belenenses apareceu em superioridade numérica. Na segunda parte voltou a negar o golo a Sturgeon e pouco depois parou o tiro de João Diogo.

Joel Pereira

O guardião do Belenenses foi adiando como pôde o golo do Sporting com um punhado de boas intervenções. Defendeu um livre de Adrien para a barra. Não teve hipóteses no golo de Bas Dost.

Os piores

Bryan Ruiz

Nunca foi rápido, mas este ano parece andar a gasóleo. Pouco dinâmico e sem iniciativa, acabou substituído na segunda parte. Ainda está procura da melhor condição física.

Reações

Jorge Jesus: "Arbitragem? Connosco não vêem muito bem"

Jorge Jesus: "A nossa crise chama-se Jorge Sousa"

Jorge Jesus: "O importante é recuperar alguns lesionados

Quim Machado: "Dói perder assim"

Curiosidades:

- Joel Campbell já fez três assistências esta temporada. Todas para tentos de Bas Dost.

- Bas Dost junta-se a Marega, Pedro Santos, Sturgeon, Wilson Eduardo e Maurício Antônio. Todos marcaram dois golos que valeram três pontos para as suas equipas.

- Três jornadas volvidas e o Sporting regressa às vitórias na Liga NOS 2016/17. Os leões não venciam fora de casa desde o triunfo no Bessa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.