O filme do jogo

O único golo da partida surgiu aos 81 minutos, quando Matheus Nunes rematou cruzado, descaído sobre a direita, após um lance de bola parada que enganou toda a equipa bracarense.

O Sporting, que jogou com menos um jogador mais de 75 minutos dada a expulsão de Gonçalo Inácio aos 18 minutos (viu dois cartões amarelos no espaço de oito minutos), garante a presença na Liga dos Campeões (pelo menos na terceira pré-eliminatória), uma vez que, matematicamente, é certo que não ficará abaixo do terceiro lugar.

Os ‘leões' reagiram da melhor forma ao empate caseiro com o Belenenses SAD (2-2) e colocam agora pressão sobre o FC Porto, de quem distam agora sete pontos, à condição. Os ‘dragões' jogam na segunda-feira com o Moreirense.

Veja o resumo

Os onzes

Carlos Carvalhal apresentou o mesmo ‘onze' da jornada anterior (vitória 2-1 ao Boavista), enquanto Rúben Amorim, a cumprir o terceiro jogo de castigo, fez apenas uma alteração, fazendo regressar Feddal ao eixo defensivo.

O Sporting, que venceu o terceiro jogo aos minhotos esta época, depois do 2-0 para o campeonato, em Alvalade, e o 1-0 na final da Taça da Liga, mostrou porque é a melhor defesa do campeonato, mostrando uma enorme competência a esse nível quando se viu reduzido bem cedo a 10 jogadores: Coates, Feddal e Palhinha foram enormes.

A equipa de Carlos Carvalhal viu-se obrigada a um jogo de paciência, mas as constantes lateralizações do jogo, tentando desposicionar o Sporting, não surtiram efeito, até porque eram feitas de forma muito previsível e lenta. O Benfica pode fugir no terceiro lugar se vencer na segunda-feira o Santa Clara.

Jogo dominado pelo nervosismo e expulsão

Vídeo: O lance que ditou a expulsão de Gonçalo Inácio no Sporting
Vídeo: O lance que ditou a expulsão de Gonçalo Inácio no Sporting
Ver artigo

O Sporting começou o jogo nervoso e alguns erros dos mais jovens, como Gonçalo Inácio e Nuno Mendes, poderiam ter causado danos, como aos 15 minutos, quando após um erro do lateral esquerdo ‘leonino', Abel Ruiz se isolou mas, depois de ladear Adán, perdeu ângulo e a oportunidade gorou-se.

O Sporting ficou a jogar com menos uma unidade desde os 18 minutos, porque Gonçalo Inácio viu dois cartões amarelos em oito minutos e a partir daí quase só ‘deu' Sporting de Braga.

Contudo, a equipa da casa sentiu muitas dificuldades em criar situações de real perigo, tendo Adán neutralizado com alguma facilidade, mas atenção, um cabeceamento de Fransérgio (38) e um remate de Galano (39).

Neto e Matheus Nunes entraram ao intervalo (saíram Nuno Santos e Paulinho) e, aos 62 minutos, Galeno teve na cabeça uma grande ocasião, após belo cruzamento de Gaitán, mas Adán, com uma grande defesa, segurou o nulo.

O Sporting refrescava a sua equipa, agora com Tiago Tomás e Matheus Reis a contribuírem para o grande espírito de sacrifício ‘leonino', e Carlos Carvalhal lançou André Castro e Al Musrati - na primeira vez que tocou na bola, o médio líbio disparou com muito perigo (68).

Borja e Piazon foram as últimas aposta do técnico ‘arsenalista', mas foi Fransérgio, de cabeça, após grande centro de Esgaio, a ‘assustar' o último reduto contrário - Adán estava no caminho da bola (80).

O momento do jogo

O único golo da partida foi apontado por Matheus Nunes aos 81 minutos. Após um pontapé livre ensaiado de Porro, a desmarcar Matheus Nunes, este fugiu à defesa minhota e rematou cruzado, a bater Matheus, que ficou mal na fotografia.

Os melhores da partida

Destaque para a grande exibição do guarda-redes leonino, Adán, que fez inúmeras defesas e grande nível. O guardião espanhol viu ainda um cartão amarelo no tempo de compensação, falhando assim o próximo jogo com o Nacional. Do lado da equipa da casa, nota muito positiva para Al Musrati.

As melhores imagens

Vozes dos protagonistas

Carlos Carvalhal: "Acaba por ser um jogo com uma história muito fácil de contar"

Rúben Amorim: "A partir dos 20 minutos não houve jogo"

Rúben Amorim explica ida de polícia ao camarote

Matheus Nunes: "É uma felicidade muito grande poder ajudar a equipa"

Ricardo Esgaio: "O Sporting foi feliz num lance de bola parada, como na Taça da Liga"

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.