O médio Madrid garantiu hoje que o Sporting de Braga não está a pensar no jogo com o Partizan, da Liga dos Campeões, mas apenas no de sábado, com o Rio Ave, da nona jornada da Liga de futebol.

Depois do triunfo caseiro sobre a equipa sérvia, o jogo em Belgrado, na quarta-feira, da quarta jornada do Grupo H da “Champions”, pode ser decisivo por duas razões: ou para passar à fase seguinte da competição ou para assegurar a passagem para a Liga Europa via terceiro lugar.

Contudo, o médio argentino garante que não é esse o jogo que está na mente dos jogadores: “Não posso falar pelo grupo todo, mas tenho quase a certeza que estamos apenas concentrados no Rio Ave. Temos tempo para pensar no Partizan, já conhecemos o adversário e vai ser mais fácil preparar esse jogo, mas se não concentrarmos todas as atenções no Rio Ave podemos passar mal”.

Madrid disse esperar um jogo “muito difícil, como sempre”, em Vila do Conde.

“Lá eles são muito melhores do que fora, pelo que vamos prevenidos que vai ser um jogo muito complicado e vamos ter que suar muito para ganhar os três pontos. Eles estão a precisar de ganhar, tanto como nós, e acho que vai ser um jogo bonito e disputado”, afirmou.

A equipa ainda não venceu fora esta temporada (dois empates e duas derrotas), realidade que o “trinco” quer inverter já diante do Rio Ave, último classificado e ainda sem vitórias no campeonato.

A equipa de Vila do Conde foi, aliás, a primeira equipa a arrancar pontos ao Sporting de Braga na última temporada (empate a um golo em Vila do Conde, após sete triunfos minhotos consecutivos).

“Se na época passada foi a primeira equipa a tirar-nos pontos, então agora vai ser onde vamos ganhar fora pela primeira vez nesta temporada”, prometeu.

Contando com a partida com os vila-condenses, o Braga fará sete jogos em quatro semanas - quatro para o campeonato, dois para a Liga dos Campeões e um para a Taça de Portugal, no Estádio da Luz, ante o Benfica.

Perante este difícil cenário, Madrid mostrou ambição: “Se o Braga quer chegar aos patamares que pretende – e onde já está – tem de jogar contra todas as equipas na quantidade de tempo que for necessário e responder com a capacidade que se exige”.

Para o jogador, 29 anos, a cumprir a sétima temporada em Braga (descontando a meia época no FC Porto, em 2008/09, onde se sagrou campeão nacional), o plantel bracarense está bem servido para as quatro competições em que está envolvido e não apenas em duas: “Agora depende de nós, da nossa raça e de demonstrá-lo em campo”.

O jogo com o Rio Ave, sábado, às 19h15, será arbitrado por João Capela, de Lisboa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.