O Sporting fez uma primeira volta da I Liga portuguesa de futebol quase perfeita e, com apenas seis pontos perdidos, está em excelente posição para chegar ao 19.º título. A equipa comandada por Rúben Amorim começa, esta terça-feira, a defender a liderança na segunda volta no terreno do Gil Vicente, na 18.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Os ‘leões’, líderes isolados do campeonato, com 45 pontos, procuram manter o registo sem derrotas na competição e somar o quarto triunfo consecutivo, diante do Gil Vicente, 12.º colocado, com 16 pontos, que voltou na sexta-feira aos triunfos, no terreno do Boavista (2-1), depois de seis jogos sem vencer.

O embate do ‘campeão de inverno’ vai ser o último jogo da ronda, na terça-feira, a partir das 21:00, num terreno tradicionalmente difícil para os ‘leões’, que conquistaram na época passada a nona vitória para o campeonato em Barcelos, onde empataram cinco vezes e os anfitriões levaram a melhor noutras cinco ocasiões.

Na primeira volta, o Sporting venceu o Gil Vicente, por 3-1, com 0-1 aos 82 minutos, num encontro disputado mais de uma semana depois do previsto devido aos casos de infeção pelo novo coronavírus nos dois emblemas, que, no caso dos minhotos, levou ao isolamento do plantel, por parte das autoridades de saúde.

Histórico de confrontos

O Gil Vicente e o Sporting defrontaram-se por 42 vezes, com os leões a apresentarem clara vantagem: somam 27 vitórias, contra oito triunfos dos gilistas.

Em casa, o Gil Vicente recebeu o Sporting por 21 vezes e foram mais as vezes que os gilistas não perderam (seis vitórias e cinco empates) do que as que foi derrotado (10 derrotas).

Na I Liga, este é o 40.º jogo entre as duas equipas, vantagem do Sporting, que ganhou por 26 vezes, enquanto a equipa de Barcelos triunfou em seis ocasiões. O Sporting ganhou os três últimos jogos frente ao Gil Vicente.

Nos 10 últimos jogos, o Sporting venceu o Gil Vicente por nove vezes e a única vitória do Gil Vicente sobre os leões nos 10 últimos jogos foi na época passada, quando venceu em Barcelos por 3-1

Na primeira volta, o Sporting venceu o Gil Vicente por 3-1.

O que disseram os treinadores

Rúben Amorim

O treinador do Sporting disse que se a vantagem para os perseguidores na I Liga de futebol aumentou em um mês, também a podem perder no mesmo período, na antevisão ao Gil Vicente, da 18.ª jornada.

“Da mesma forma que mudou num mês, quando tínhamos uma vantagem pequena, no próximo mês poderia mudar para o contrário. A equipa continua a ser nova, mudámos muito de um ano para o outro, e sabemos que ainda vamos sofrer muito. Os períodos maus podem acontecer a qualquer equipa, vamos jogo a jogo”, reforçou Rúben Amorim.

No auditório do Estádio José Alvalade, em Lisboa, na antevisão ao encontro que marca o arranque da segunda volta do campeonato, em Barcelos, o técnico falou de uma Gil Vicente “que se reforçou” e que “pode jogar em dois sistemas”, o que complica a observação.

“Vamos tentar levar o jogo para o nosso tipo de futebol, porque nos favorece, por termos uma excelente equipa e excelentes jogadores”, expressou, apontando que a equipa se encontra “muito bem” e preparada para “um jogo difícil”.

Independentemente do que acontecer em Barcelos, Rúben Amorim assegurou que “continua a haver os mesmos candidatos” ao título, apesar do empate entre Sporting de Braga e FC Porto (2-2), na abertura da jornada, pois “já ficou provado que qualquer equipa pode perder pontos em qualquer estádio”.

Ricardo Soares

O treinador Ricardo Soares considera que o Sporting "é a equipa mais competente" em Portugal, mas frisou a vontade do Gil Vicente conquistar pontos.

"Espero um jogo difícil. Vamos jogar contra a equipa que lidera o campeonato, e justamente, na minha opinião. Tem sido a mais regular e a que tem tido mais capacidade para ocupar o lugar que ocupa. Sabemos dessas dificuldades, mas vamos a jogo com pensamento positivo”, disse Ricardo Soares.

O técnico lembra que a equipa vem de um “resultado positivo [vitória 2-1, fora, diante do Boavista]” e que a equipa tem “melhorado”.

“Treinámos com grande motivação e grande afinco para conquistar pontos", afirmou, na conferência de imprensa de antevisão da partida.

Ricardo Soares destacou o facto de o Sporting raramente se descompor e permitir transições ofensivas, considerando ser uma equipa “muito comprometida” e que tem "muita qualidade e um espírito que a faz lutar até ao fim”.

Questionado sobre se, tendo em conta a vantagem para as outras equipas e o calendário menos preenchido, o Sporting é o principal candidato ao título, Ricardo Soares considerou que os ‘leões' têm a "vantagem" de ter mais tempo para preparar os seus jogos, mas frisou não saber se isso será "determinante para ser campeão nacional".

"Sei que a equipa mais competente será campeã nacional e, neste momento, o Sporting é a equipa mais competente em Portugal", afirmou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.