É na Madeira que o FC Porto vai tentar a terceira vitória em outros tantos jogos na I Liga 2021/22, após o turbilhão de emoções vivido no passado domingo em Famalicão. Os Dragões venceram por 2-1 mas viram o árbiro, com ajuda do VAR, anular o golo do empate dos famalicensenses aos 94 minutos.

A equipa de Sérgio Conceiçã entrará em campo já sabendo dos resultados dos rivais Benfica e Sporting, num campo sempre muito difícil para o FC Porto.

Evitar Famalicão e o sofrimento da época passada

No jogo 100 entre estes dois emblemas para todas as provas nacionais, o FC Porto não poderá contar com Marchesín. O guardião argentino foi submetido a uma intervençã cirúrgica no joelho direito e só deverá voltar aos relvados dentro de cinco semanas. Também Marko Grujic é carta fora do baralho: tem vindo a fazer treino condicionado após lesão muscular na primeira ronda.

O treinador do FC Porto não poderá contar ainda com Wendel, o último dos reforços. O lateral esquerdo brasileiro ainda não é opção mas será uma mais-valia para uma posição que precisava de ser fortalecida.

Sérgio Conceição foi muito crítico com a equipa, após a vitória sofrida em Famalicão. Os Dragões não 'mataram' o jogo e sofreram o golo que daria o empate nos descontos, após uma perda de bola "infantil" de Zaidu no ataque. O golo foi anulado por fora de jogo mas deixou o técnico irritado.

No Estádio da Madeira o FC Porto não terá tarefa fácil. A equipa de Júlio Velázquez vem de um triunfo por 2-1 no terreno da Belenenses SAD e vai jogar em casa na presença dos seus adeptos, podendo igualar os azuis e brancos na tabela em caso de vitória. Na época passada o FC Porto venceu por 2-1 mas teve de sofrer e muito para conseguir os três pontos. Nos minutos finais valeu duas defesas fantásticas de Marchesin a evitar o empate para os insulares.

Histórico dá vantagem aos azuis e brancos mas tem sido feito de sofrimento

Jogar no Estádio do Marítimo sempre foi complicado para o FC Porto. Na época passada, a vitória apenas chegou aos 93 minutos, com um golo de Otávio. Na anterior, tinha-se registado um empate a uma bola, com Pepe a evitar a derrota aos 84.

Este será o 100.º jogo entre FC Porto e Marítimo, com vantagem azul e branca: 68 vitórias, 17 empates e 14 triunfos dos insulares. A diferença é menos acentuada se tivermos em conta os jogos na Madeira: nos anteriores 49 encontros em casa frente ao FC Porto, o Marítimo venceu 12, empatou 14 e perdeu 23. 41 desses 49 jogos foram para a I Liga (nove vitórias do Marítimo contra 20 do FC Porto e 12 empates).

Desde 2014/15 que o Marítimo não vence o FC Porto nos Barreiros para a I Liga. Nessa época, ganhou por 1-0, tal como tinha acontecido na época anterior. De lá para cá, perdeu três e empatou outros três dos seis jogos disputados primeira divisão. Para se ter uma ideia das dificuldades dos azuis e brancos, só por uma vez os nortenhos golearam o Marítimo na sua casa: foi em 1986/87 e 4-1 foi o resultado.

O FC Porto esteve cinco épocas sem vencer o Marítimo nos Barreiros, entre 2013 e 2017.

O que dizem os treinadores

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto: "O Marítimo tem jogadores interessantes, um treinador muito apaixonado pelo que faz e que tem feito bons trabalhos nas equipas que tem representado em Portugal. Dentro daquilo que são os jogos do campeonato português, sempre com essa particularidade de jogar na Madeira, onde temos encontrado um relvado que não é fácil, e que teve a nota mais baixa dada pela Liga, isso vai ser outro adversário. Podem acontecer maus jogos em bons relvados, mas grandes jogos em maus relvados duvido mais".

Julio Velázquez, treinador do Marítimo: "Temos de ser competitivos, igualar o jogo o melhor possível, depois podemos ganhar, empatar ou perder, mas a ideia não é pontuar, é sair a ganhar, depois acontecerá o que tiver de acontecer, mas a vontade e a ambição da equipa é fazer o possível para que os três pontos fiquem no Funchal".

O Marítimo-FC Porto, da 3.ª ronda da I Liga 2021/22, arranca às 18h00 deste domingo e poderá ser acompanhado, como sempre, no SAPO Desporto, com fotos e vídeos. O jogo será arbitragem por João Pinheiro, árbitro da Associação de Futebol de Braga.Luciano Maia e Nuno Eiras serão os assistentes, Rui Lima o quarto árbitro. Rui Costa será o VAR e João Bessa Silva o AVAR.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.