Santa Clara e Sporting medem forças este sábado nos Açores, a partir das 18h00, em partida da 5.ª jornada da I Liga portuguesa que terá a particularidade de contar com adeptos nas bancadas, mais precisamente 10 por cento da lotação do Estádio de São Miguel, depois de parecer favorável da Direção Regional da Saúde dos Açores.

As duas equipas chegam a este encontro em igualdade na tabela classificativa, com sete pontos, num segundo lugar da clasificação que partilham ainda com o FC Porto, embora os 'leões' tenham um jogo em atraso, agendado para a próxima quarta-feira, dia 28, em casa, frente ao Gil Vicente.

O Santa Clara vem da sua primeira derrota da época, sofrida na 4.ª jornada, na visita ao terreno do Paços de Ferreira, naquele que foi o segundo jogo consecutivo sem vencer, após duas vitórias - uma delas, surpreendente, no terreno do Sp.Braga - nas duas jornadas inaugurais da I Liga. Quanto ao Sporting, chega ao encontro ainda invicto, depois de na 4.ª jornada ter empatado 2-2 na receção ao FC Porto, resultado que se seguiu às vitórias alcançadas nas deslocações a Paços de Ferreira e Portimão.

No Santa Clara, o avançado Crysan, titular nas três primeiras jornadas, está a contas com uma lesão muscular e em dúvida para o encontro deste sábado, enquanto o defesa venezuelano Mikel Villanueva deve ficar mesmo de fora, também devido a lesão. No Sporting, Eduardo Quaresma e Gonzal Plata estão igualmente lesionados, Bruno Tabata encontra-se em dúvida e Luciano Vietto, perto de rumar ao Al Hilal, não será também opção para Rúben Amorim.

Histórico de encontros: Sporting costuma 'dar-se bem' com o Santa Clara e nunca perdeu nos Açores

O histórico de embates entre as duas equipas é amplamente favorável ao Sporting. Este será, no total, o 11.º embate entre as duas equipas, sempre a contar para a I Liga, e os 'leões' nunca perderam com o Santa Clara, tendo vencido oito e empatado dois dos últimos confrontos entre os dois emblemas. A território açoriano, o registo é de 4 vitórias e 1 empate a favor do conjunto de Alvalade.

Rúben Amorim: "O resto é passado, só pensamos no Santa Clara. Temos de chegar com arrogância positiva"
Rúben Amorim: "O resto é passado, só pensamos no Santa Clara. Temos de chegar com arrogância positiva"
Ver artigo

Efetivamente, o Sporting levou a melhor nos últimos sete jogos contra o conjunto açoriano, nos quais apenas sofreu dois golos e marcou 14. Na última visita aos Açores, na temporada passada, o Sporting conseguiu mesmo o seu triunfo mais dilatado de sempre sobre o Santa Clara. Estávamos em dezembro de 2019 e, com Silas ao leme, a turma leonina marcou por Luiz Phellype, que bisou na partida, Bruno Fernandes, que ainda não tinha rumado a Manchester, e Bolasie.

Um resultado bem diferente daquele verificado no primeiro frente a frente de sempre entre os dois clubes, também nos Açores, na primeira jornada da época de 1999/2000, a primeira de sempre do Santa Clara no escalão principal e que terminaria com o Sporting como campeão. O conjunto insular, treinado por Manuel Fernandes, chegou a estar a vencer por 2-0, com dois golos de Gamboa, mas o Sporting, ainda orientado por Giuseppe Materazzi, respondeu com dois golos na segunda parte, assinados por Edmilson e Beto Acosta.

Foi apenas uma das duas ocasiões em que o Sporting não venceu o Santa Clara. A outra teve lugar duas temporadas depois, em Alvalade, com um nulo.

O que dizem os treinadores

Na antevisão da partida, Daniel Ramos, treinador do Santa Clara, destacou precisamente a possibilidade de o Santa Clara fazer história frente ao Sporting e somar a sua primeira vitória de sempre sobre o conjunto verde e branco. "Primeiro que tudo há um lado emocional, há um lado motivacional importante na história do clube, porque nunca conseguiu vencer o Sporting e temos a possibilidade de fazer história", declarou o técnico dos açorianos.

Daniel Ramos destaca possibilidade de o Santa Clara “fazer história” frente ao Sporting
Daniel Ramos destaca possibilidade de o Santa Clara “fazer história” frente ao Sporting
Ver artigo

Daniel Ramos reconheceu, contudo, que vai ter pela frente um Sporting mais forte em relação à última época. "Tem um misto de juventude e experiência, acho que muito bem equilibrado e tem demonstrado pelas exibições que é um Sporting capaz de fazer uma época boa e de ser um candidato ao título mais assumido", afirmou.

Já Rúben Amorim garantiu que o 'Clássico' do último fim de semana, com o FC Porto, já foi esquecido e que o foco está a 100 por cento no Santa Clara. "Na altura, falámos que nos sentimos prejudicados, mas já passou. Agora só pensamos no Santa Clara, transmiti isso aos jogadores. O resto é passado e faz parte do jogo. Se não estivermos no máximo das nossas forças e empenho, não vamos fazer um bom resultado."

O técnico dos 'leões' deu a receita para o encontro. "Temos que entrar como entrámos nos últimos jogos. Temos de ser consistentes, é uma equipa que tem os mesmos pontos do Sporting. Tem jogadores muito rápidos. Tem um guarda-redes que é dos melhores a jogar com os pés e isso ajuda muito as equipas. Temos de chegar com alguma arrogância positiva, temos de impor no nosso jogo como qualquer equipa grande. Não depende de inspiração. No fim, vamos esperar ter um bom resultado", concluiu.

O árbitro

Manuel Mota, árbitro da Associação de Futebol de Braga, foi o escolhido por parte do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol para dirigir o encontro. Terá como árbitros assistentes Jorge Fernandes e Paulo Miranda, enquanto o 4.º árbitro será Rui Lima. O VAR será Vasco Santos, que terá a acompanhá-lo, como videoárbitro assistente (AVAR) Carlos Campos.

Santa Clara e Sporting vão entrar em campo a partir das 18h00 deste sábado. Poderá acompanhar aqui, no SAPO Desporto, AO MINUTO, todas as emoções do encontro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.