Os árbitros da primeira categoria, assistentes e estagiários congratularam-se hoje com a convocação de uma Assembleia-Geral (AG) da Liga Portuguesa de Futebol Profissional para 29 de dezembro, e consideram-na uma oportunidade que o futebol português não pode desperdiçar.

“A Assembleia-Geral extraordinária de dia 29 é uma oportunidade que os clubes e o futebol profissional português não podem desperdiçar”, refere um comunicado divulgado hoje pelos árbitros da categoria C1.

No comunicado, enviado à agência Lusa, os juízes referem que a marcação da reunião magna antes do final do ano “é sinal de que clubes e dirigentes da Liga parecem estar a ouvir as palavras dos árbitros e compreendem o momento delicado que atravessa o futebol profissional em Portugal”.

No documento, os árbitros referem ter tido “oportunidade de entregar à Liga – e discutir – um amplo conjunto de alterações ao Regulamento Disciplinar, construído com a APAF (Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol)”.

Os árbitros lembram que a marcação da AG era um dos pontos essenciais do comunicado que emitiram em 22 de novembro, no qual pediam a "total ausência de insinuações da parte de clubes e agentes desportivos que coloquem em causa a honra e o bom nome dos árbitros".

A liga de clubes agendou na quarta-feira para 29 de dezembro uma AG extraordinária, na qual será feita “apreciação, discussão e votação de proposta de alteração ao Regulamento das Competições organizadas pela LPFP” e também ao Regulamento Disciplinar das mesmas.

Notícia atualizada às 17h37

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.