O nome de Nakajima parece ser um assunto encerrado no reino do Dragão. Pelo menos nos próximos tempos.

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol deu conta esta terça-feira que decidiu arquivar o processo disciplinar contra FC Porto e o interncional nipónico, na sequência da transferência para os Dragões em 2019/20 do Al Duahail.

Em causa estaria uma "eventual violação de deveres atinente à relação com intermediários", num caso agora absolvido para ambas as partes.

Recorde-se que, já neste processo, o presidente da SAD do Portimonense, Theodoro Fonseca, tinha sido condenado a pagar uma multa de 1836 euros e proibido de se registar como intermediário durante um período de dois anos. Na altura, considerou-se que o dirigente tinha participado na transferência de Nakajima para o FC Porto sem estar habilitado para tal.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.