Em jornada de “Boxing Day” à portuguesa mostramos-lhe as figuras da 16ª jornada da I Liga. Nesta ronda o Sporting dilatou a vantagem na liderança do campeonato português. Os “leões” têm agora 4 pontos de vantagem sobre os principais rivais depois do empate do FC Porto frente ao Rio Ave.

Bruno César

Nem o brasileiro sonharia com uma estreia tão auspiciosa com a camisola dos “leões”. Foi um verdadeiro quebra-cabeças para a defesa setubalense. Do seu lado esquerdo surgiram inúmeros cruzamentos venenosos. Um deles assistiu Slimani para o primeiro golo da partida. Apontou dois golaços, um na primeira parte e outro na segunda. Melhor era impossível. Tornou-se o segundo jogador em 2015/2016 na I Liga a marcar um golo por dois clubes. Melhor estreia com a camisola dos “leões” só mesmo Freddy Montero. Em agosto de 2014, o colombiano apontou um hat-trick na goleada do Sporting sobre o Arouca (5-1).

João Mário

Foi o grande responsável pela debacle setubalense na segunda parte. Demonstrou mais uma vez a sua grande categoria e enorme inteligência em campo. Fez um grande golo num remate em jeito de fora da área. Com mestria assistiu Aquilani para o sexto golo dos “leões”.

Slimani

Começam a escassear as palavras para descrever avançado que voltou a dizer presente depois da boa exibição no clássico de domingo passado. Voltou a bisar. Já leva quatro golos em dois jogos. O argelino começou com o pé quente em 2016.

Pizzi

Começou de forma discreta a partida frente ao Marítimo. Só quando descaiu para a esquerda é que começou a render mais. E de que maneira. Apontou dois golos à ponta-de-lança aos 29 e 34 minutos. Foi a grande figura do Benfica na goleada das “águias” por 6-0 frente ao Marítimo.

Jonas

Voltou a bisar, mesmo da marca da grande penalidade. Também vale. O brasileiro já leva 15 golos no campeonato. Mas o atacante fez mais do que fazer o gosto ao pé. Procurou a bola e abriu espaços na defesa insular.

Jorge Jesus

Após o encontro com o V. Setúbal, o técnico dos “leões” não deixou Rui Vitória sem resposta. Em troca de argumentos com o treinador “encarnado”, Jorge Jesus disse que está obcecado por todos os adversários. Disse ainda que não qualifica Rui Vitória “como colega” e que fez Rui Vitória sair da toca “Fi-lo sair da toca, era o que eu queria. Se conduzes um Ferrari tens que ter um andamento para ele”. O Sporting de "JJ" soma e segue e já leva quatro pontos de vantagem na liderança do campeonato.

Rui Vitória

O técnico do emblema “encarnado” fez um discurso energético na antevisão do encontro frente ao Marítimo, respondendo às farpas lançadas por Jorge Jesus. Após a partida frente aos insulares, Rui Vitória frisou “que não falou ontem para ganhar hoje”. O que é facto é que o Benfica de Vitória já leva oito vitórias consecutivas.

Julen Lopetegui

O técnico basco está sobre brasas depois do empate caseiro frente ao Rio Ave. Depois de uma receção apoteótica no “dragão” após a derrota frente ao Sporting no clássico, o FC Porto permitiu-se perder mais dois pontos para os “leões”. Já está a quatro da liderança.

Hassan

O avançado bracarense esteve em destaque na vitória do SC Braga sobre a Académica apontado dois golos. Esteve onze jogos sem marcar. Na quarta-feira voltou a acertar com a baliza. Os bracarenses estão no quarto lugar da classificação com 29 pontos.

Henrique Dourado

Em jogo de loucos em dia de Reis, o Vitória de Guimarães venceu por 3-4 o Moreirense numa partida eletrizante que teve em Henrique Dourado o protagonista maior. O avançado bisou na partida e é cada vez mais a grande referência do ataque vitoriano.

Diogo Jota

Está em alta o jovem médio de 19 anos. Foi decisivo na vitória do Paços de Ferreira sobre o Tondela (2-0). Fez a assistência para o primeiro golo de Bruno Moreira. Foi o autor do segundo golo dos “castores”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.