Augusto Inácio deixou duras críticas a arbitragem, após a derrota em casa com o Tondela, em jogo antecipado da 9.ª jornada da I Liga. O treinador do Desportivo das Aves lamentou a falta de sorte que tem acompanhado a sua equipa.

"O Aves perde com um autogolo antecedido com um penalti que o árbitro não marcou. Já vi as imagens e não compreendo como o árbitro e o VAR não vêm. Estamos naquela fase em que a bola bate em jogadores nossos e entra. Nós criámos as oportunidades e não marcámos", explicou o treinador.

No final do encontro, alguns adeptos do Desportivo das Aves mostraram lenços brancos ao treinador, em sinal de protesto pelo mau momento da equipa, 18.º e último da Primeira Liga.

"É normal quando as coisas não correm bem que os adeptos se manifestem. Mas os adeptos não querem saber se temos um plantel novo, se não temos centrais ou se há penaltis e o árbitro não marca. Vamos tentar suportar este sentimento a ver se as coisas correm melhor", prometeu.

O Tondela venceu hoje por 1-0 no estádio do lanterna-vermelha Desportivo das Aves, em jogo antecipado da nona jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Um autogolo do guarda-redes francês Beunardeau, aos 77 minutos, foi suficiente para o Tondela se impor em Vila das Aves e subir ao quinto lugar provisório do campeonato, com 12 pontos, em igualdade com o Vitória de Guimarães, que tem menos um jogo realizado.

Enquanto o Tondela continua sem perder fora de casa, o Desportivo das Aves já não vence na prova desde agosto, permanecendo no 18.º e último lugar, com três pontos, com a pior defesa da competição (20 golos sofridos).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.