A Liga Portuguesa de Futebol Profissional anunciou esta quarta-feira que B-SAD e Académica de Coimbra entregaram toda a documentação que comprova a inexistência de dívidas nos seus planteis profissionais a jogadores e treinadores, referentes aos meses de setembro a novembro.

O emblema de Coimbra que milita na Segunda Liga e o B-SAD, da Primeira Liga, juntam-se assim ao Académico de Viseu, clube que esta terça-feira revelou ter entregue, dentro do prazo, a documentação na Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), que prova a inexistência de dívidas no seu plantel profissional.

"A Administração da SAD vem por este meio informar que procedeu à entrega dos pressupostos financeiros à Liga Portugal no dia de hoje [terça-feira]", escreveram os beirões, numa curta nota publicada na rede social Facebook.

Os viseenses foram uma de três entre as 34 sociedades desportivas que compõem o quadro do futebol profissional luso que não tinham demonstrado o cumprimento salarial a jogadores e treinadores, referentes aos meses de setembro a novembro, dentro da data limite de 15 de dezembro, juntamente com a B-SAD e a SAD da Académica.

A situação levou a que fossem notificadas pela LPFP para que, até 31 de dezembro, fizessem a entrega da documentação em falta.

Comunicado da Liga

"A Liga Portugal informa que o Belenenses SAD e a Académica cumpriram a obrigação de demonstrar a inexistência de dívidas salariais a jogadores e treinadores, referentes aos meses de setembro a novembro.

Deste modo, todas as Sociedades Desportivas que compõem o quadro das competições profissionais demonstraram o rigoroso cumprimento das suas obrigações salariais, dentro dos prazos regulamentados."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.