O jornal desportivo 'Record' escreve esta quinta-feira que o Benfica vai avançar coma queixa-crime contra o diretor de comunicação do FC Porto. Em causa estão as declarações de Francisco J. Marques, que acusou os 'encarnados' de subornar adversários para que estes lesionassem os jogadores portistas.

A mesma publicação acrescenta que o Benfica pretende ainda avançar com uma ação contra o FC Porto, visto que as acusações de Francisco J. Marques foram feitas no Porto Canal. Em causa esteve a lesão de Danilo Pereira no encontro frente ao Vitória de Setúbal.

As declarações de Francisco J. Marques

"No lance do Danilo, o jogador não vai sequer à bola, quase que deixa transparecer que há intencionalidade em diminuir os nossos jogadores. O Danilo teve uma lesão grave na época passada e desde que voltou tem sofrido sucessivas entradas duras. Parece que há intencionalidade em ferir. E se há um clube que é capaz de violar o sistema informático de justiça, que é suspeito de prometer prémios para as equipas ganharem ou empatarem com os rivais, que é suspeita de pagar para vencer, eu também posso levantar suspeitas que podem estar a haver pagamentos para o que está a acontecer".

A resposta do Benfica

"O FC Porto não só lança esta abjecta suspeita sobre o Benfica como ataca igualmente os demais clubes da Liga ao dizer (sem discriminar) que alguns 'usam extrema agressividade'. No entender da voz oficial do FC Porto, em exibição no Porto Canal, serão esses a quem o Benfica estará a pagar para provocar lesões. (...) O FC Porto poderia ter falado sobre as razões que assistem a jogadores que se queixam de ser vítimas de bullying. (...) Mas não. O FC Porto optou por lançar uma inqualificável suspeita sobre a conduta do Benfica, que merecerá, da nossa parte, o enquadramento legal na justiça cível e desportiva que a mesma justifica. Esta estratégia do FC Porto só se pode explicar através de um descontrolo total ao lançar insinuações permanentes sobre todos os outros clubes e jogadores"

A resposta do Vitória de Setúbal

"A SAD do Vitória FC lamenta e repudia veementemente as declarações do Diretor de Comunicação do FC Porto, considerado as mesmas, injuriosas, falsas e caluniosas, colocando em causa o bom nome, quer do nosso atleta, quer desta Instituição que deveria merecer por parte do referido funcionário do FC Porto, maior respeito e consideração."

Recorde o lance em questão:

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.