O Benfica conseguiu financiar-se em 60 milhões de euros junto de investidores institucionais e de retalho. De acordo com os resultados apresentados pelo clube na Euronext Lisbon, a respeito do último empréstimo obrigacionista,  4.600 obrigacionistas compraram os títulos do empréstimo a três anos.

Ainda de acordo com o Benfica, a procura foi de 88.490.330 euros, ou seja, 1,47 vezes acima do montante a emitir, o que explica o sucesso da operação.

"A oferta superou claramente as expectativas. Sabíamos que foi lançada num contexto difícil. Atingir uma procura de 88,5 ME é verdadeiramente impressionante”" afirmou o administrador financeiro da SAD ‘encarnada’, Domingos Soares de Oliveira, durante o encontro em que também esteve presente o presidente do Benfica, Rui Costa.

Ao todo 4.576 investidores adquiriram os títulos das "águias". Destes, 64% (ou seja, 2.929) investiram entre o montante mínimo - 2.500 euros - e 5.000 euros. Só 146, ou 3,2% do total, é que colocou mais de 50 mil euros nas obrigações Benfica SAD 2022-2025.

Para esta operação o Benfica contou com as seguintes instituições financeiras: ActivoBank, Banco Best, Banco Carregosa, Banco Invest, Banco Montepio, CaixaBI, CCCAM, CGD, EuroBic, Haitong Bank e Millennium bcp.

A operação tinha um valor global inicial de 40 ME, mas, face à forte procura dos investidores (1,47 vezes acima da oferta), foi aumentada para 60 ME.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.