O Benfica somou, este domingo, o quarto triunfo em quatro jogos, ao vencer fora o Rio Ave por 3-0, conseguindo o primeiro pleno de 12 pontos em quatro jornadas da I Liga portuguesa de futebol desde 2002/03.

No regresso de Jorge Jesus, e depois de falhar o primeiro grande objetivo da época, a entrada na Liga dos Campeões, os ‘encarnados’ estão perfeitos no campeonato, pois já tinham batido fora o Famalicão (5-1) e, na Luz, o Moreirense (2-0) e o Farense (3-2).

Em Vila do Conde, a principal figura foi o internacional alemão Luca Waldschmidt, que marcou os dois primeiros golos, aos seis e 45+4 minutos. O terceiro tento foi apontado pelo médio brasileiro Gabriel, aos 84.

A série havia começado em Famalicão, em 18 de setembro, com um 5-1 selado por Waldschmidt, também a dobrar, o brasileiro Everton, o espanhol Grimaldo, de livre direto, e Rafa. Formado na Luz, Guga reduziu já após os cinco golos ‘encarnados’.

Depois, Rúben Dias, que, entretanto, partiu para o Manchester City, e Seferovic selaram o 2-0 ao Moreirense, e Pizzi e um ‘bis’ do suíço decidiram o embate com os algarvios.

Com quatro triunfos em quatro jogos, o Benfica precisa de recuar a 2002/03 para encontrar um registo semelhante: então, sob o comando de Jesualdo Ferreira, bateu Marítimo (3-0 na Luz), Beira-Mar (2-0 em Aveiro), Moreirense (3-2 em Moreira de Cónegos) e União de Leiria (3-1 na Luz).

Depois dessa temporada, há 18 anos, o melhor que as ‘águias’ tinham conseguido era somar três vitórias e um empate, o que aconteceu sete vezes, em 2004/05, 2009/10, 2011/12, 2014/15, 2016/17, 2017/18 e 2018/19.

Na anterior passagem de Jorge Jesus, o Benfica empatou 1-1 na receção ao Marítimo, na primeira jornada (2009/10), 2-2 no reduto do Gil Vicente, também na primeira (2011/12), e 1-1 com o Sporting, na terceira (2014/15).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.