Declarações de Jorge Jesus, treinador do Benfica, à Sport TV, após a vitória sobre o Rio Ave.

Satisfeito com exibição? "Satisfação plena por termos vencido, por termos conquistado três pontos e feito uma exibição convincente. Valeram três golos, mas fizemos cinco e houve um possível penálti. Foi tudo no red line, mas é para se cumprir, para isso é que existe VAR. A equipa esteve muito bem e foi defensivamente muito forte."

Rio Ave anulado: "Praticamente o Rio Ave não teve uma oportunidade de golo. O Rio Ave é uma boa equipa, que disputa muito o jogo seja com quem for. Tanto que fez um jogo soberbo contra o Milan aqui. Sabíamos o valor do Rio Ave e que tínhamos de olhar para os seus jogadores com respeito, porque têm uma técnica muito boa. Fomos traduzindo a nossa qualidade em golos com pressing constante. A última linha também esteve muito bem. Sabíamos qual era a estratégia do Rio Ave, que tem uma forma de jogar que temos de entender."

Jogadores interpretaram o que foi pedido? "Parabéns aos jogadores. Ainda estamos muito longe daquilo que eu acho que o Benfica tem de jogar e tem de melhor em algumas questões até individuais. Mas passo a passo vamos melhorando, porque isso faz parte do processo de aprendizagem."

Dupla de ataque Darwin-Waldschmidt a funcionar bem: "Em todos os jogos, o Darwin tem assistido os colegas. Hoje, numa delas, o Waldschmidt podia fazer golo, mas quis dar-lhe o golo [n.d.r. golo anulado pelo VAR por fora de jogo], porque sabe quantos golos o Darwin já lhe deu. É um jogador muito rápido e difícil de parar. É um miúdo de 21 anos. Conhece pouco o jogo, mas tem uma qualidade individual muito grande e tenho a certeza de que vai ser um grande jogador. A pouco e pouco eles vão-se conhecendo. Um fala alemão e outro nem fala inglês nem percebe muito bem português. Percebem a linguagem do futebol."

Lesão de André Almeida: "Os sintomas parecem-me graves, independentemente de ainda não ter falado com o médico. O André é muito importante na nossa forma de defender, é taticamente muito evoluído. Já jogou comigo a médio, a central ou a lateral. Onde o puser a jogar, ele joga bem. Temos de ter jogadores com estas características. Esperamos que não seja nada de grave, mas pela minha experiência não acredito que não seja grave."

Que leitura faz da vantagem de cinco pontos para os rivais? "Não merece leitura nenhuma. E é para um rival, porque o outro tem um jogo a menos. Nós também podemos perder cinco pontos em dois jogos. É melhor estar em primeiro, mas isto não tem significado nenhum."

O Benfica reforçou, este domingo, a liderança da I Liga portuguesa de futebol, colocando-se cinco pontos à frente da concorrência, ao vencer fora o Rio Ave por 3-0, em encontro da quarta jornada. O alemão Waldschmidt, aos seis e 45+4 minutos, para passar a contar quatro tentos na prova, e o brasileiro Gabriel, aos 84, selaram o quarto triunfo em quatro jogos, com 13-3 em golos, do ‘onze’ de Jorge Jesus.

Na classificação, os ‘encarnados’ somam 12 pontos, contra sete de FC Porto, Sporting (menos um jogo) e Santa Clara e seis do Sporting de Braga, enquanto o Rio Ave, que sofreu a primeira derrota da época, manteve-se com três, agora no 15.º lugar.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.