O Benfica deixou duras críticas às recentes atuações de João Capela, o árbitro que esteve no FC Porto-Marítimo deste fim-de-semana e também no Benfica-Belenenses, da jornada anterior.

O Benfica conclui que este é "mais um exemplo exemplo de um conjunto de inúmeras situações de gritante dualidade de critérios neste campeonato e sempre a favorecer o mesmo clube".

"Na jornada anterior, na Luz, o árbitro viu a bola tocar por 3 vezes nas mãos de jogadores do Belenenses na sua grande área. Em nenhum dos casos considerou penálti. Passados 5 dias, o mesmo árbitro demorou 4 minutos para assinalar um penálti a favor do FC Porto num lance em que a bola bateu… no peito de um jogador do Marítimo! Decisão, obviamente, retificada. Já na segunda parte, numa jogada em tudo idêntica a outras que aconteceram no Benfica-Belenenses (e que não foram sancionadas), o pontapé de grande penalidade acabou mesmo por ser assinalado. Este é apenas mais um exemplo de um conjunto de inúmeras situações de gritante dualidade de critérios neste campeonato e sempre a favorecer o mesmo clube", acusa o Benfica na sua newsletter.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.