A venda do futebolista brasileiro David Luiz para o Chelsea, confirmada na segunda-feira, no último dia do mercado de inverno, fez subir para 70,85 milhões de euros o valor recebido pelo Benfica esta temporada em transferências.

O campeão inglês pagou 25 milhões de euros pelo defesa internacional “canarinho”, depois de no verão já ter pago 22 milhões pelo brasileiro Ramires, embora, neste caso, o Benfica apenas tivesse metade do passe.

Também antes do início da temporada, as “águias” venderam o argentino Angel Di Maria ao Real Madrid, por um valor inicial de 25 milhões, que já subiu para 31 dada a utilização do internacional argentino nos “merengues”, embora o clube da Luz apenas tivesse 70 por cento do passe.

Com apenas dois empréstimos na reabertura do mercado, o FC Porto arrecadou, até ao final de agosto, 42,3 milhões de euros, com destaque para a venda do então capitão Bruno Alves para o Zenit por 22 milhões.

O médio internacional luso Raul Meireles também deixou o Estádio do Dragão, por um valor de 13 milhões de euros, pago pelos ingleses do Liverpool.

No Sporting, a principal venda foi a de João Moutinho, que deixou Alvalade rumo ao rival FC Porto por 11 milhões de euros, numa altura em que também Miguel Veloso deixou o clube, partindo para Génova, a troca de nove milhões.

No último dia do mercado de inverno, os “leões” venderam também o goleador Liedson, que regressou aos brasileiros do Corinthians, por 2,1 milhões de euros.

Sobretudo, à custa da saída de Bebé para o Manchester United, por 8,8 milhões de euros, o Vitória de Guimarães atingiu 10,3 milhões durante esta temporada.

O Sporting de Braga, vice-campeão, arrecadou 9,25 milhões de euros, graças, sobretudo, às vendas de início de temporada: Eduardo (4,5) e Evaldo (3,0).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.