Sempre ouvimos dizer que no futebol que 'onde se ganha não se mexe', mas neste caso é 'quem ganha descansa' e foi o que Roger Schmidt aproveitou para fazer nesta paragem para as Seleções.

O técnico alemão concedeu cinco dias de folga ao plantel que permaneceu no Seixal com vista à recuperação física depois de uma primeira parte da temporada de todo desgastante. O Benfica veio de 13 jogos num curto espaço de tempo, onde, para além das competições internas, entraram as fases de qualificação para a Liga dos Campeões.

O desgaste físico dos jogadores foi algo notório principalmente nos últimos jogos e, sem perder o ritmo que tem levado às vitórias consecutivas, o objetivo passa por dar um pequeno período de descanso.

Schmidt já tinha falado nesse período de 'mini férias' aos jogadores logo após a goleada frente ao Marítimo, até porque o regresso à competição apenas está agendada para dia 1 de outubro na deslocação ao terreno do Vitória SC, em jogo da oitava jornada do campeonato.

Contrariamente a esta fatia do plantel, há 11 jogadores que dificilmente vão conseguir aproveitar o descanso. De referir que inicialmente seriam 12, mas Rafa renunciou à Seleção Portuguesa e deve voltar a juntar-se aos companheiros no Seixal.

Desta forma, quem pode ter ainda mais minutos nas pernas são João Mário, António Silva, Henrique Araújo, Paulo Bernardo, Samuel, Diego Moreira, Otamendi, Enzo Fernández, Odysseas Vlachodimos, Alexander Bah e Aursnes.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.