O Benfica reassumiu a liderança da I Liga ao golear o Feirense por 4-0, em jogo da 7.ª jornada da I Liga. Na Luz, marcaram Luís Aurélio na própria baliza, Salvio, Cervi e Grimaldo. Os ´encarnados` passam a ter mais três pontos que os rivais Sporting e FC Porto. Uma boa vitória, depois de ter perdido em Nápoles para a Liga dos Campeões.

Para este jogo com o Feirense, Rui Vitória promoveu quatro alterações no onze. Éderson voltou à baliza, depois da atuação desastrosa de Júlio César frente ao Nápoles, Luisão ocupou o lugar do lesionado Lisandro Lopez na defesa. No meio, Pizzi recuou e fez dupla com Fejsa, no lugar de André Horta, Salvio saltou para o onze, onde se manteve Carrilo.

O Benfica entrou mal e poderia ter sofrido um golo logo aos dois minutos. Machado meteu a bola na área, onde aparece o médio Cris a desviar mas para fora. Estava em boa posição para fazer golo. E por aqui ´morreu` o ataque do Feirense no primeiro tempo. Os ´encarnados` tomaram conta do jogo e mesmo sem deslumbrar, foram comandando, controlando e criando várias oportunidades de golo. A exibição de Peçanha ia evitando males maiores, assim como a falta de pontaria do Benfica. Guedes podia ter feito o 1-0 aos 7 mas preferiu passar em vez de rematar. Aos 19 foi Peçanha a negar o golo a Salvio com uma grande defesa após cabeceamento do argentino. O mesmo Salvio teve nova oportunidade aos 30 mas rematou ao lado, quando estava em boa posição para marcar.

Como os jogadores do Benfica não acertavam com o algo, Luís Aurélio resolveu mostrar como fazer. Azar do ala direito do Feirense que desviou para a própria baliza um lançamento longo de Salvio. Deu mal na bola e colocou-a no sítio onde não queria. Ao intervalo o Benfica vencia, comandava e controlava, embora sem fazer uma exibição de ´encher o olho`.

O segundo tempo começou como o primeiro, ou seja, com o Feirense a ter nova oportunidade e logo aos 53 minutos. Lindeloff perdeu a bola em zona perigosa, Luís Aurélio cruzou e Karamanos rematou mas para fora. Já com Kakuba e Fabinho em campo, nos lugares de Cris e Vitor Bruno, o Feirense vai sofrer dois golos em menos de dez minutos. Por essa altura já Rui Vitória tinha colocado Cervi em campo, no lugar de Carrillo. Aos 62 minutos Ícaro tentou afastar uma bola da área. Rematou contra o pé de Salvio e a bola voltou para trás e entrou na baliza de Peçanha. Era o 40.º golo de Salvio com a camisola do Benfica. Aos 70 foi Cervi a aparecer na área e a desviar um centro de Nelson Semedo, colocando um ponto final no encontro. Terceiro golo de Chucky, depois de ter marcado na Supertaça e na Liga dos Campeões.

A partir do 3-0, o Benfica ´levantou o pé`, passou a gerir o encontro e o desgaste. Rui Vitória aproveitou para descansar Mitroglou e dar mais minutos a José Gomes, avançado de 17 anos. Os 58.637 espectadores que estiveram na Luz iam fazendo a festa por mais um triunfo dos ´encarnados`, o Feirense tentava o golo de honra mas falhava muito nas saídas. Os jogadores preferiam carregar a bola nos pés, tornando-se alvos fáceis para a defensiva do Benfica.

O jogo só animou já quase nos 90 minutos, quando Éderson travou um remate de Karamanos e evitou o golo do Feirense. Um momento muito celebrado na Luz, numa das raras chegadas dos homens de Santa Maria da Feira à baliza ´encarnada`. Depois foi Peçanha a negar o golo a Grimaldo aos 90. Mas aos 90+3 o guarda-redes ficou pregado no relvado e assistiu de ´camarote` um livre bem executado pelo lateral esquerdo que assim fechou a contagem em 4-0.

Com esta vitória, o Benfica passa a ter 19 pontos, mais três que os rivais Sporting e FC Porto. A equipa de Rui Vitória passa a ter o melhor ataque com 17 golos e a melhor defesa, à par do FC Porto, com quatro golos sofridos. Uma boa vitória para curar a ´ressaca` da derrota a meio da semana com o Nápoles.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.