O Benfica venceu este domingo o Nacional da Madeira por 4-0 em jogo a contar para a quarta jornada do campeonato nacional. Seferovic voltou a ser titular na equipa de Rui Vitória e foi determinante no triunfo dos 'encarnados' ao abrir o marcador aos 28' minutos e ao fazer a assistência para Salvio fazer o 2-0 antes do intervalo. Na segunda parte, Grimaldo e Rafa fixaram o resultado final em 4-0.

Três dias depois de garantir o apuramento para a fase de grupos da Liga dos Campeões com uma goleada sobre o PAOK por 4-1, o Benfica apresentou-se na Madeira para defrontar o Nacional com o mesmo onze titular que venceu em Salónica, com destaque para a continuidade de Seferovic nas escolhas de Rui Vitória.

As boas indicações dadas pelo avançado suíço na Grécia levaram o técnico dos 'encarnados' a mantê-lo no onze titular do Benfica, e Seferovic correspondeu da melhor maneira. O Nacional da Madeira de Costinha não se intimidou com o estatuto do adversário e apresentou-se na Choupana numa disposição tática para discutir o jogo a meio campo.

Apesar do possível desgaste físico dos jogadores do Benfica devido aos compromissos europeus da passada quarta-feira, Gedson Fernandes e Fejsa incutiram desde o primeiro minuto uma pressão muito forte sobre os adversários. A equipa de Rui Vitória procurou explorar a velocidade pelos flancos e criou três grandes oportunidades de golo antes do tento inaugural de Seferovic.

Aos 28' minutos, o avançado suíço surgiu isolado perante o guarda-redes Daniel Guimarães após um passe de Eduardo Salvio e sem cerimónias atirou rasteiro e cruzado para o fundo da baliza do Nacional da Madeira. Com o 1-0 de Seferovic, o Benfica ganhava uma vantagem importante num terreno habitualmente difícil, mas perdia nessa altura Fejsa. O médio sérvio já tinha apresentado dificuldades antes do lance do jogo e acabou por ser substituído por Alfa Semedo.

Um livre de Cervi aos 36' minutos voltou a levar muito perigo à baliza do Nacional da Madeira, seguindo-se uma tentativa de 'chapéu' de Pizzi que não levou as melhores medidas.

A formação de Costinha tentou reagir à desvantagem por intermédio de Camacho, mas valeu o corte de Rúben Dias. No entanto, antes do intervalo, o Benfica aproveitou uma saída de bola na área do Nacional para construir o segundo golo do jogo. Gedson Fernandes recuperou uma bola e assistiu Seferovic. O avançado suíço cruzou do lado esquerdo para o segundo poste onde surgiu Salvio para fazer o 2-0 de cabeça.

No segundo tempo, Costinha reforçou o meio-campo do Nacional da Madeira com a entrada de Palocevic para o lugar de Marakis, mas o domínio do Benfica verificado na primeira parte manteve-se nos instantes iniciais.

Aos 49' minutos, Seferovic apareceu numa zona de remate após um passe de Grimaldo e atirou forte para uma defesa a dois tempos de Daniel Guimarães.

Com o desenrolar da segunda parte, os índices físicos de alguns jogadores do Benfica começaram a baixar e o Nacional aproveitou para equilibrar as operações. Aos 59' minutos, Palocevic surgiu na área do Benfica e rematou forte para uma defesa muito apertada de Odysseas Vlachodimos.

Aos 70' minutos, Rui Vitória fez a segunda substituição do lado do Benfica com a entrada de Rafa e a saída de Cervi. A equipa do Nacional da Madeira dominava o jogo nesta altura, com Rochez a levar a melhor sobre Rúben Dias e a atirar à baliza do Benfica, mas a bola acabou por sair muito por cima.

Contra a corrente do jogo, e aproveitando o balanceamento ofensivo da formação madeirense, o Benfica fez o 3-0 por intermédio de Grimaldo e praticamente sentenciou a partida. Aos 76' minutos, Pizzi descobriu Grimaldo ao segundo poste e o lateral esquerdo espanhol com toda a calma do mundo fez a recepção e atirou para o 3-0.

Apesar de estar a perder por três golos de diferença, o Nacional da Madeira continuou à procura o golo. Aos 78' minutos Vítor Gonçalves 'encheu' o pé e rematou de muito longe para uma grande defesa de Valchodimos.

Rui Vitória esgotou as substituições com a entrada de João Félix aos 81' minutos para a saída de Salvio. O Benfica voltou a criar perigo junto à área do Nacional da Madeira e aos 93' minutos Rafa Silva fez o 4-0 numa jogada de contra-ataque.

Com este resultado, o Benfica regressou aos triunfos para o campeonato nacional depois do empate a 1-1 do 'dérbi' da 2ª Circular, e igualou o pelotão da frente da I Liga constituído por SC Braga e Sporting somando 10 pontos à quarta jornada. Já o Nacional da Madeira voltou a perder no campeonato nacional e não conseguiu descolar do 14º lugar.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.