Dois golos sem resposta, antes dos primeiros dez minutos, deram a ideia que o SL Benfica estava preparado para construir uma goleada, perante um Rio Ave algo apático.

Aos 4 minutos, Aimar surgiu isolado na área, após passe de David Luiz, e só teve de desviar para o fundo das redes para o primeiro do encontro.

O Rio Ave foi à Luz para ganhar pontos, mas não conseguiu contrariar o caudal ofensivo encarnado, que dois minutos após o golo inaugural já colocava de novo a bola na baliza de Paulo Santos.

O golo de Saviola foi anulado pelo árbitro, devido à posição em fora-de-jogo do avançado argentino.

Com Gaitán e Salvio a desequilibrar nas alas, a equipa do SL Benfica aproveitou para subir no terreno, ganhando profundidade ofensiva.

Aos 8 minutos, Gaitán cruzou na esquerda para o segundo poste onde apareceu Saviola a rematar de primeira para o fundo das redes. A bola ainda desviou em Tarantini antes de entrar.

O SL Benfica vencia por 2-0, antes de finalizados os dez primeiros minutos, com a equipa de Carlos Brito sem reagir.

O vendaval ofensivo encarnado manteve-se constante ao longo do primeiro tempo, com inúmeras ocasiões de golo a serem desperdiçadas. Aos 16 minutos, o Benfica esteve perto do golo novamente, com Aimar a trabalhar bem na área e em excelente posição para rematar para o golo preferiu o passe para Cardozo, com o lance a perder-se com um corte de Gaspar.

O Rio Ave reagiu nos minutos finais e ainda reduziu para 2-1, por intermédio de João Tomás, após uma jogada rápida de contra-ataque na lado direito liderado por Mendes.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.