Domingos Soares de Oliveira, administrador executivo da SAD do Benfica, falou sobre o empréstimo obrigacionista de 35 milhões de euros lançado pelas 'águias', cuja subscrição termina sexta-feira. O dirigente disse não ter receio que o mesmo venha a revelar-se um fracasso e recordou as emissões anteriores do género por parte dos 'encarnados'.

"Não temos esse receio. As emissões que tivemos ao longo dos últimos 16 anos foram feitas em ambientes diversos a nível desportivo e a procura foi sempre maior do que a oferta, independentemente da posição que o Benfica ocupava na tabela classificativa", frisou Soares de Oliveira em declarações ao 'Negócios'.

O dirigente explicou ainda que também que a variação da taxa de juro proposta neste empréstimo obrigacionista em relação a ocasiões anteriores está relacionada com o nível de risco dos mesmos. "Apresentar taxas mais baixas do que outros emitentes tem naturalmente a ver com a perceção de risco que o mercado tem sobre cada uma das emissões e cada um dos emitentes", sublinhou Domingos Soares de Oliveira à mesma publicação.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.