A fazer o pior início de campeonato da história, com três derrotas em quatro jogos, os “encarnados” sofreram seis golos nas primeiras quatro rondas, depois de terem concedido apenas dois em 2009/10.

Apenas um jogo da última temporada bastaria para que o início de temporada do Benfica fosse mais goleador do que o desta temporada, uma vez que as “águias” marcaram oito golos ao Vitória de Setúbal, na terceira jornada, mais dois do que os marcados nos primeiros quatro jogos de 2010/11.

À quarta jornada de 2009/10, o Benfica tinha já marcado 14 golos, uma média de quase quatro golos por jogo.

Se aos primeiros quatro encontros da época juntarmos os restantes jogos oficiais, a diferença estatística entre as duas épocas do Benfica é ainda superior.

Em cinco jogos esta temporada, o Benfica sofreu quatro derrotas – acrescenta a Supertaça, frente ao FC Porto (0-2) – o Benfica marcou apenas seis golos (1,2 por jogo) e sofreu oito (1,6).

Na última temporada, o Benfica tinha conseguido quatro triunfos, um empate e uma derrota, frente ao Vorskla (2-1), na Liga Europa, depois de ter goleado em casa por 4-0.

Com seis encontros, os “encarnados” tinham 19 golos marcados (3,2 por jogo) e tinham apenas quatro sofridos (0,7).

Outra das diferenças entre as duas épocas está no número de cartões amarelos vistos pelos jogadores do Benfica, que, em 2009/10, tinha apenas 13 em seis encontros (2,2 por jogo) e, em 2010/11, já viu os seus jogadores serem admoestados em 25 oportunidades (cinco por jogo).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.