O Benfica vai apresentar uma queixa e exigir 50 milhões de euros ao FC Porto derivados das denúncias feitas pelos ‘dragões’ no caso dos ‘emails’. De acordo com o jornal ´Correio da Manhã`, a exigência do clube da Luz deve-se ao facto de o FC Porto, na voz de Francisco J. Marques, diretor de comunicação do clube, ter revelado emails que ligavam os ‘encarnados’ a um suposto esquema de corrupção.

Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, Paulo Gonçalves, assessor jurídico da SAD, e Pedro Guerra são os principais visados nas denúncias do FC Porto. O caso desenvolveu-se após as denúncias de Francisco J. Marques que mostrou vários emails, supostamente trocados entre vários dirigentes do clube da Luz. O diretor de comunicação do FC Porto acusou mesmo o Benfica de ter recorrido a ‘bruxaria’ para vencer jogos.

Perante essas acusações, o Benfica vai avançar com um processo crime contra Pinto da Costa, a SAD dos ‘dragões’ e o Porto Canal. O Correio da Manhã avança ainda que os ‘encarnados’ solicitaram a peritagem do seu sistema informático para comprovar que as denúncias surgem depois de um ataque informático e não de uma fuga de informação.

O ‘caso dos emails’, como ficou conhecido, foi uma das questões que mais tinta fez correr na imprensa nacional. O FC Porto colocou o Benfica no centro de um suposto esquema de corrupção que envolve várias figuras da estrutura ‘encarnada’. O caso está a ser investigado sendo que a última novidade foi a entrega por parte do FC Porto de todos os documentos à Policia Judiciária.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.