Através da publicação digital News Benfica, o clube da Luz apontou o dedo ao FC Porto, após Vasco Santos ter admitido que errou quando validou uma grande penalidade assinalada a favor dos 'dragões' no jogo com o Portimonense.

"O pior que pode existir para quem tudo aposta nas ameaças e coação é verificar que alguém possa assumir publicamente os seus erros, em que eventualmente os tenha beneficiado. Será sempre visto como um falhanço e um forte revés na sua estratégia de permanente intimidação", indicam os 'encarnados'.

Na quarta-feira, Francisco J. Marques acusou o Conselho de Arbitragem (CA) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) de dualidade de critérios. "O CA pôs Vasco Santos a reconhecer que errou ao validar como VAR o penálti do Portimonense-FC Porto, mas ainda não teve tempo de pedir o mesmo aos árbitros das três últimas saídas do Benfica no passado campeonato (Santa Maria da Feira, Braga e Vila do Conde)", disse o diretor de comunicação dos 'dragões'.

Em jeito de resposta, o Benfica refere que assumir os erros é "sempre uma atitude digna e que importa realçar como contributo para a transparência das competições".

"E falamos à vontade porque quando, na sequência do último Belenenses SAD-Benfica, o vice-presidente do Conselho da arbitragem foi ao novo canal televisivo 11 tentar justificar dois erros de arbitragem que nos penalizaram, não concordando com as explicações, encarámos de forma positiva tal iniciativa e nada comentámos publicamente", sublinha.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.