Julien Weigl e Nicolás Otamendi viram o cartão amarelo frente ao Santa Clara e vão falhar ambos, por castigo, a deslocação do Benfica a Tondela, na próxima sexta-feira, a contar para a 30.ª jornada da I Liga. Ainda assim, tal permite que ambos 'limpem' os cartões e deixem de estar em risco para o encontro da 31.ª jornada, em casa, frente ao FC Porto, decisivo para a luta pelo 2.º lugar.

O médio alemão viu a cartolina amarela depois de cometer uma falta no último minuto do tempo regulamentar, enquanto o central argentino foi admoestado já no período de descontos, por demorar demasiado tempo na marcação de um livre.

Jorge Jesus, porém, negou na conferência de imprensa que se seguiu ao encontro que os cartões vistos pelo alemão e pelo argentino tenham sido pensados com esse aspeto em mente.

"O amarelo não é pensado. O Otamendi quis defender a equipa…não digo aos jogadores para tomarem decisões, é o jogo que dita, quando apanhar amarelo, se é o quarto, se é o quinto, apanha… Não sei o que é melhor, se não jogar o próximo em Tondela ou depois não jogar contra o FC Porto. Se não ganharmos ao Tondela, o que interessa o resto? São dois que, até ao fim, já não vão ter esse problema. Temos para gerir o Gilberto e o Diogo, mas quando apanharem amarelo, apanham, e entra outro. É assim que eu penso", garantiu, aludindo aos dois laterais direitos, igualmente em risco de suspensão.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.