"Quem conquista o título é sempre um justo campeão. Se for o Benfica, será um justo campeão, se for o Sporting de Braga também o será", disse Bettencourt à chegada ao aeroporto da Portela, em Lisboa, proveniente de Toronto, no Canadá, onde esteve a convite de Peter Fonseca, presidente do Sporting Clube de Toronto, por ocasião da comemoração do seu 30.º aniversário.

O presidente do Sporting rejeitou "qualquer revolução" no futebol do clube, a qual "não faria sentido", visto que a equipa de futebol tem "óptimos profissionais", cujo rendimento "será melhor com um ou outro ajuste" e desde que haja "um enquadramento mais estável".

Para Bettencourt, esta época "não pode servir de referência e de regra", até porque o Sporting tem uma "belíssima base" para ser trabalhada e que só precisa de "três ou quatro ajustes".

O presidente "leonino" aludiu, ainda, à situação financeira do clube, dizendo que o Sporting "não pode ganhar a qualquer preço", o que significa que "nunca porá em causa a sua sustentabilidade financeira" para reforçar a equipa.

"Para um clube ser desportivamente competitivo tem de ser equilibrado financeiramente, é preciso ter cuidado com os gastos", alertou Bettencourt, para quem essa é uma "preocupação geral dos clubes europeus" e que a mensagem que a UEFA tem feito passar vai no sentido de se "dar prioridade ao equilíbrio e à sustentabilidade".

Lembrou que os "bancos já não emprestam dinheiro" como o faziam antes, razão pela qual reiterou que "não se pode ganhar a qualquer preço".

Colocado perante as hipóteses do Sporting marcar presença numa final europeia a curto prazo, Bettencourt reconheceu as dificuldades dos clubes nacionais "serem competitivos a nível internacional", mas lembrou que o clube "pode repetir a proeza de 2005", quando atingiu a final da Taça UEFA, perdida em Alvalade para o CSKA.

"Tenho esperança de voltar a estar noutra final, sou contra estabelecer prazos para se chegar lá, mas outros clubes portugueses têm estado presentes em finais europeias - e não há muito tempo", lembrou o presidente dos leões.

Sobre a próxima época, sublinhou o facto de estar "a ser preparada com mais tempo e sem sobressaltos" e que, em consequência disso, o Sporting "terá uma equipa mais competitiva".

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.