A Lista C, liderada por Bettencourt alcançou uma percentagem global perto dos noventa por cento contra os dez por cento da lista de Paulo Cristóvão.
A votação para a Mesa da Assembleia Geral registou 8 430 votos para a lista A (de Paulo Cristóvão) que correspondem a 1398 sócios e a 12,23 por cento da votação enquanto a lista C (de José Eduardo Bettencourt) teve 63 377 votos correspondentes a 9887 sócios e a 87,77 por cento da votação.

Para o Conselho Directivo a lista A contou com 6 926 votos, que correspondem a 1 199 sócios e a uma percentagem de 10,57 por cento, e a lista C com 65 540 votos, de 10 142 sócios, o que equivaleu a 89,43 por centos da votação.

Quanto ao Conselho Fiscal, a lista A teve 7 497 votos provenientes de 1 293 sócios, o que correspondeu a 11,46 por cento da votação e a lista C 64 572 votos, de 9 900 votantes que perfizeram 88,54 por cento.

Finalmente, para o Conselho Leonino, a lista A não foi além de 5 347 votos de 913 sócios que corresponde a 7,8 por centos da votação, a lista B (da Associação de Adeptos Sportinguistas) somou 5 146 votos de 988 sócios, registando 7,5 por cento da votação, e a lista C obteve 58 064 votos provenientes de 9 275 sócios perfazendo 84,69 por cento do total de votos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.