"Os sócios têm sempre razão. A mim compete-me dar os sinais adequados nas direcções correctas. A interpretação é livre e eu tenho as minhas interpretações e sei os sinais que devo emitir a cada momento."

Bettencourt havia sido criticado por alguns adeptos sportinguistas por ter reconhecido que os benfiquistas deveriam estar orgulhosos, por causa dos bons desempenhos da equipa "encarnada" na pré-época.

Questionado sobre qual o tom das palavras proferidas, o presidente dos "leões" mostrou-se enigmático, referindo que "um dos prazeres do mundo do futebol é não haver resposta para tudo".

Relativamente ao desempenho da equipa de futebol do Sporting para a próxima Liga, que se inicia sexta-feira, o dirigente máximo do clube de Alvalade não encontra justificação para que esta seja considerada "de altíssimo risco".

"Altíssimo risco é quando não temos os pés bem assentes e temos uma atitude demagógica, uma ambição irresponsável, irrealista. Quando temos os pés assentes, o risco é normal", disse José Eduardo Bettencourt, realista quanto às ambições do clube.

O Sporting entra em campo para o primeiro jogo deste campeonato sábado pelas 19h15. Do outro lado vai estar o Nacional, uma equipa que tradicionalmente costuma levantar grandes dificuldades aos “grandes” no seu estádio.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.