"Estou feliz por poder contribuir no apuramento para as meias finais da Taça. Aquele golo aconteceu num momento difícil e creio que nos empurrou para a vitória", afirmou Bolívia.

A vontade é agora encontrar “o FC Porto na final", disse convictamente o brasileiro, acrescentando que "este é o desejo de todo o grupo" da Naval 1.º de Maio.

A Naval iniciou hoje a preparação do jogo frente aos tetracampeões nacionais compromisso a cumprir domingo no Estádio do Dragão.

"Vai ser um jogo muito difícil frente a um adversário cujo valor está bem patente nas diversas conquistas feitas, nomeadamente do título, nas últimas quatro temporadas", salientou Bolívia.

Na equipa da Figueira da Foz, Marinho é de momento o único jogador condicionado, embora recuperável para o Dragão.

FC Porto e Naval, respectivamente 3.º e 11.º da tabela com 36 e 18 pontos defrontam-se no domingo no estádio do Dragão pelas 20:15 jogo a contar para a 18ª jornada da Liga portuguesa de futebol.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.