O Sporting tinha proposto ao Sporting de Braga os nomes de Abel, Postiga ou Saleiro para entrarem como moeda de troca num futuro empréstimo do defesa central peruano aos "leões", mas a SAD bracarense apenas aceita vender Rodriguez por quarto milhões de euros, dois milhões abaixo da cláusula de rescisão.

A fonte bracarense revelou ainda que o Sporting pretendia o empréstimo de Rodriguez "com uma opção de compra de quatro milhões de euros no final da época", verba exigida pelo clube minhoto para vender o passe do jogador, apesar da cláusula de rescisão constante no seu contrato ser de seis milhões de euros.

"O Sporting de Braga só está disponível para uma venda definitiva por quatro milhões de euros", adiantou a mesma fonte, confirmando, porém, que o Sporting colocou em cima da mesa os nomes de Abel, Postiga e Saleiro para entrarem na negociação.

"O Abel foi logo rejeitado e, entre o Postiga e o Saleiro, o nosso treinador preferia este último, com quem trabalhou na Académica", observou a mesma fonte da SAD bracarense, mas as coisas não avançaram, porque o Sporting de Braga rejeitou liminarmente a hipótese de um empréstimo até final da época.

Para os responsáveis do Sporting de Braga a situação é transparente: se o Sporting quer Rodriguez terá de desembolsar quatro milhões de euros, dois milhões abaixo do valor estipulado na cláusula de rescisão.

Entretanto, segundo a mesma fonte, o clube busca no mercado um ponta-de-lança, depois de ter assegurado a contratação do lateral direito Miguel Garcia, que representava o Olhanense, para substituir a vaga deixada em aberto com a transferência de João Pereira para Alvalade, por 3,5 milhões de euros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.