À margem de um jantar com o Grupo Stromp, o presidente do Sporting partilhou a má relação que tinha com o antecessor de Jorge Jesus, falando mesmo de “cinismo” por parte de Marco Silva.

Bruno de Carvalho foi confrontado pelos presentes sobre Marco Silva e o líder dos Leões terá dito que o treinador “gostava de passar uma falsa imagem de santo”, quando na verdade era "cínico”, segundo declarações a que o Record teve acesso.

Ainda em jeito de desabafo, Bruno de Carvalho revelou que Marco Silva “deixou de obedecer a uma estratégia e agenda”.

"Prefiro a frontalidade aos recados", disse, acrescentando que espera mais de Jorge Jesus, o novo treinador do Sporting.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.