O presidente dos leões explicou, entre vários assuntos, num comunicado enviado às redações esta sexta-feira, que o facto de Marco Silva não ter usado o fato "oficial" num jogo da Taça de Portugal foi apenas um episódio entre outros que levou ao seu despedimento. Bruno de Carvalho refere que não foi o uso da indumentária por si só, mas as consequências que isso teve.

“Por exemplo, o Sporting tem parceiros e patrocinadores que lhe permitem alcançar determinados níveis económicos. Diminuir-se publicamente as necessidades de um parceiro e patrocinador do Sporting Clube de Portugal, que entrega ao Clube receitas em troca de visibilidade, e que vê o seu retorno de visibilidade injustificadamente diminuído por alguém que, por algum motivo, entendeu não lhe serem aplicáveis as regras de um grupo, nem de que um mero fato estejamos a falar, não é só deselegante como é pouco sério”, pode ler-se.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.