Segundo avança esta quinta-feira o jornal 'Correio da Manhã', Bruno de Carvalho recebeu uma nota de culpa da Comissão de Fiscalização com um pedido para que o presidente destituído dos 'leões' seja expulso de sócio do Sporting.

Bruno de Carvalho tinha sido suspenso de sócio, mas agora, foi notificado através de e-mail das acusações por diversas infrações aquando da Assembleia Geral Extraordinária do passado dia 23 de junho, que resultou na destituição de presidente do emblema de Alvalade.

Em causa está o facto de Bruno de Carvalho ter votado durante a Assembleia Geral quando não o poderia fazer e também por ter divulgado vídeos do interior do Altice Arena, onde a AG decorreu. Nessa altura, Bruno de Carvalho estava já suspenso, no entanto não perdia a qualidade de sócio, mas estava sob a alçada dos órgãos disciplinares do Sporting.

Além dos acontecimentos na AG de 23 de junho, a nota de culpa enviada a Bruno de Carvalho inclui também os comportamentos da semana passada, quando o antigo presidente do Sporting tentou tomar posse.

Segundo a mesma publicação, Bruno de Carvalho pode recorrer da decisão, mas, caso o faça, o recurso tem efeitos suspensivos. Além do presidente destituído, na nota de culpa estão ainda incluidos os restante sete elementos do conselho diretivo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.