O presidente destituído do Sporting, Bruno de Carvalho, anunciou este sábado através das redes sociais que se vai voltar a candidatar à presidência do clube.

Num vídeo transmitido em direto através da rede social Facebook, Bruno de Carvalho garantiu: "Decidimos avançar com a candidatura. Decidimos, de novo, enfrentar a vontade dos sócios."

"Voltar para trás não pode ser nunca o nosso caminho. Temos de continuar a trilhar o caminho do sucesso. Temos de continuar a trilhar o caminho de mãos dadas com os sportinguistas, para atingirmos sempre aquilo que são os nossos reais objetivos. Por isso, decidimos avançar com a candidatura. Decidimos de novo enfrentar a vontade dos sócios e dar-lhes a esperança de continuarmos num caminho, num rumo de continuarmos leais ao Sporting. A 8 de setembro, contamos com todos os sportinguistas", afirmou Bruno de Carvalho, que garantiu ter recebido muitas mensagens de apoio nas últimas duas semanas:

"Estas duas últimas semanas foram semanas de grande reflexão. Semanas onde recebemos centenas, senão milhares de mensagens de apoio, de solidariedade, de incentivo para podermos continuar num trabalho que foi um trabalho de cinco anos. Um trabalho árduo, um trabalho de reerguer um clube que estava resignado, mas que, neste momento, se transformou novamente na maior potência desportiva nacional. Cinco anos que voltaram a demonstrar a força do Sporting, quer a nível nacional, quer a nível Europeu."

O ex-presidente do Conselho Diretivo do Sporting afirmou ainda que está insatisfeito com o rumo tomado pelo clube, agora liderado por Artur Torres Pereira, presidente da Comissão de Gestão, e Sousa Contra, presidente da SAD.

"Sporting está a voltar a um passado que os sportinguistas não pretendem. Talvez fosse mais fácil para todos nós desistirmos, voltarmos as costas. Mas nós somos feitos de honra. E feitos de honra é sermos feitos de compromisso. Compromisso com os sportinguistas. Compromisso com aqueles que são os nossos princípios e valores, que têm de nortear sempre o Sporting Clube de Portugal."

"É necessário que o Sporting continue nas mãos dos sportinguistas", sentenciou.

O gestor vai apresentar oficialmente a candidatura na próxima quarta-feira às 20h00 no Hotel Grande VIP, em Lisboa.

Bruno de Carvalho foi presidente do Sporting entre 23 de março de 2013 e 23 de junho de 2018, dia em que os sócios presentes na Assembleia Geral aprovatam a destituição do Conselho Diretivo.

Até às eleições, o Sporting é liderado por uma comissão de gestão presidida por Artur Pereira Torres, que designou José Sousa Cintra para o comando da SAD.

O antigo presidente contratou José Peseiro para treinador da equipa principal.

Recorde-se que o ex-dirigente leonino está a contas com um processo disciplinar, e caso seja suspenso pode ser impedido de levar a candidatura anunciada este sábado até às eleições de 8 de setembro.

Bruno de Carvalho terá a concorrência de outras quatro candidaturas já conhecidas: Frederico Varandas, Pedro Madeira Rodrigues, Dias Ferreira e Fernando Tavares Pereira.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.