Bruno Mascarenhas, vogal da direção do Sporting, está a ponderar deixar o Conselho Diretivo dos 'leões'.

O jornal Record escreve esta sexta-feira que Mascarenhas compareceu à reunião de emergência deste órgão social que decorreu ontem no estádio de Alvalade, mas saiu a meio da mesma e já não voltou.

O desportivo adianta que o vogal está em período de reflexão, sendo que ainda não decidiu se irá apresentar a demissão, à semelhança do que aconteceu com António Rebelo, Luís Loureiro, Rita Matos e Jorge Sanches.

Caso Mascarenhas saia da direção, e tendo em conta que Vicente Moura já havia apresentado a demissão, o quórum no Conselho Diretivo fica seguro por apenas um elemento.

Os estatutos dos 'leões' determinam que este órgão social cai se houver "cessação de mandato da maioria dos seus membros eleitos."

Fazendo as contas, dado que dos 13 dos elementos eleitos cinco já se demitiram, seis com Mascarenhas, bastará mais uma ou duas demissões para a queda do Conselho Diretivo liderado por Bruno de Carvalho.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.