"Não pedi para aparecer o meu nome mas apareceu. Meteram-me na confusão e para mim é uma confusão agradável mas não se passa rigorosamente nada. Não fui contactado pelo Sporting", disse o técnico à Antena 1.

No entanto, Cajuda, que nunca escondeu o sonho de chegar a um grande, mostra-se lisonjeado por estar no lote de hipóteses para Alvalade, apesar de ter assumido recentemente o seu benfiquismo. "Não sou diferente das pessoas que ambicionam o melhor para si. Se qualquer treinador português gostaria de treinar um grande pergunto por que não eu também? Mas não passa de probabilidades", frisou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.