O treinador do FC Porto respondeu às críticas do Benfica quanto às arbitragens dos jogos dos Dragões e afirmou que este campeonato fica «manchado» pelo dérbi lisboeta, entre Benfica e Sporting, que terminou com a vitória dos encarnados.
«Gostava que este título fosse atribuído por mérito desportivo, mas pelo que tenho visto isso não vai acontecer. Há duas jornadas atrás diria que o FC Porto tinha tudo para lutar pelo título até à última jornada. Neste momento, já não acredito», disse, esta quinta-feira, o treinador do FC Porto na conferência de imprensa de antevisão do jogo com o Nacional.
«Sem querer retirar mérito desportivo ao Benfica, não é com folclore que me distraem, não é com o barulho dos foguetes que me atordoam ou fazem pensar de outra forma ou esquecer muitas coisas», avisou, voltando a apontar o dedo ao polémico Benfica-Sporting: «Foi demais, não deixo branquear. Gostava que o Campeonato fosse limpinho, limpinho, mas passa a sujinho, sujinho por um jogo impensável há duas jornadas atrás», acrescentou, ironizando com as palavras de Jesus após o dérbi, onde disse que o Benfica tinha vencido «limpinho, limpinho».
FC Porto visita, este sábado, a ilha da Madeira para defrontar o Nacional, em jogo da 28.ª jornada da I Liga.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.