O jornal “Record” noticia na sua edição de hoje que o técnico é um dos profissionais do clube sujeitos a uma nova política salarial, caracterizada por vencimentos mais baixos mas colmatada por prémios em prol do rendimento.

No caso de Jorge Jesus, que ganha cerca de 500 mil euros por ano, segundo o “Record”, os prémios poderão ser preciosos, já que este é um salário inclusive mais baixo do que aquele que o treinador tinha em Braga.

O jornal adianta ainda que em caso de conquista da mais importante prova nacional, o campeonato, Jesus pode ganhar um prémio no valor de 1 milhão de euros.

O mesmo tipo de política está prevista em caso de conquista de qualquer uma das outras competições em que o clube encarnado está envolvido.

A título de curiosidade, o desportivo compara ainda o salário do actual técnico do Benfica com o dos rivais Sporting e FC Porto. Jesualdo Ferreira é o mais bem pago, ganhando cerca de 1 milhão de euros por ano, seguido de Paulo Bento, que ganha 700 mil euros/ano em Alvalade.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.