O Sporting reforçou as críticas à arbitragem de Jorge Sousa na partida que terminou com a derrota 'leonina' frente ao SC Braga, através de um artigo de opinião assinado por Miguel Braga, responsável de comunicação dos 'leões'.

O responsável 'leonino' recorda o episódio do árbitro com o guarda-redes da equipa B em 2017, que levou Jorge Sousa a ser suspenso por três jogos, acrescentando que com isso o juíz já deveria de ter "aprendido a controlar as sua emoções nos jogos do Sporting CP. Mas não, o homem não se aguenta", afirma.

O clube de Alvalade recorda o jogo com o Boavista no início da época antes de abordar o que aconteceu no Municipal de Braga.

"(...) o que se passou em Braga voltou a demonstrar que o senhor Sousa não pode apitar jogos do Sporting Clube de Portugal. Nos primeiros 45 minutos, além do favor de mostrar cinco cartões amarelos aos jogadores leoninos, poupou Galeno da explusão - se dá amarelo a Neto, porque não fez o mesmo ao jogador bracarense? - e em lance de dúvida apitou sempre para o mesmo lado. Só assim se compreende que tenha cortado uma jogada onde Sporar se isolava, marcando... falta atacante", escreveu.

"Nos segundos 45 minutos regressaram os equívocos do senhor Sousa, o campo voltou a inclinar e até Vietto conseguiu levar um cartão amarelo por ousar entrar em campo dois segundos antes de Acuña sair. Intransigências de via única, não. Assim não", concluiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.