O treinador do Rio Ave responsabilizou o árbitro Nuno Almeida pela derrota da sua equipa, no encontro deste domingo, em Vila do Conde, frente ao V. Guimarães.

"Quando o resultado é de 3-0 não há muito dizer, mas houve uma pessoa responsável, o árbitro Nuno Almeida, que estragou, com as suas decisões, um jogo onde estiveram duas boas equipas", começou por apontar Nuno Capucho, voltando ao tema da arbitragem mais adiante.

"Nuno Almeida estragou o espetáculo, porque os jogos começam com 0-0. Esse senhor decidiu começar com 1-0", acrescentou o treinador vilacondense, referindo-se, particularmente, ao penálti de que resultou o primeiro golo de Marega. Quanto à sua equipa, Capucho não poupou nos elogios.

"Fizemos um grande jogo, com boa dinâmica e estou orgulhoso da equipa, pois, apesar de não termos feito golos, tivemos um grande caudal", defendeu o técnico do Rio Ave, concluindo: "Claro que houve erros da nossa equipa que permitiram os outros golos, nomeadamente o 2-0, em que nos faltou concentração".

O Vitória de Guimarães ascendeu ao quinto lugar da I Liga portuguesa de futebol, ao vencer por 3-0 no reduto do Rio Ave, com um ‘hat-trick’ de Moussa Marega, em encontro da nona jornada.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.