Carlos Brito foi esta sexta-feira oficialmente apresentado como o novo treinador do Freamunde, tendo assinado um contrato válido até final da atual temporada.

O treinador, que começou a época aos comandos do Penafiel, mostrou-se surpreendido pelo convite para suceder a Carlos Pinto, mas revelou-se feliz com o novo desafio.

"Fui apanhado de surpresa com o convite, até pela classificação do Freamunde. Mas estou muito feliz pela oportunidade que me foi concedida. Não há treinadores de segunda, nem de primeira. Tenho mais de 400 jogos na I Liga mas trabalho nos projetos da II Liga como nos da I Liga, com ambição e seriedade", afirmou Carlos Brito.

O treinador terá como adjuntos Lúcio, Nuno Amieiro e Barbosa.

O Freamunde rescindiu contrato com Carlos Pinto na passada quarta-feira, uma semana depois de ter renovado contrato até 2017.

"Na base de rutura esteve a falta de comunicação entre a direção e a equipa técnica, assim como maneiras diferentes de liderar. Era uma situação que se arrastava há algum tempo", explicou o dirigente.

O Freamunde está na luta pela subida de divisão, ocupando, à 30.ª jornada, o sexto lugar da II Liga, somando 48 pontos, menos oito do que o líder FC Porto B.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.