Carlos Carvalhal, que foi recentemente apresentado como novo treinador do SC Braga, falou com o jornal espanhol 'Marca' sobre o novo passo que toma na sua carreira.

O técnico revelou dois dos motivos que o fizeram permanecer em Portugal e regressar aos 'guerreiros'.

"Vários aspetos influenciaram esta decisão. O coronavírus foi um deles, outro foi quando depois de um jogo contra o Marítimo, chegamos a casa e encontrámos três ladrões. Tinha várias propostas de Inglaterra, Brasil, Israel, mas coloquei a minha família em primeiro lugar.  É hora de continuar em casa, sou um produto do Sporting de Braga. É a minha casa, sou daqui", afirmou.

Carvalhal abordou ainda a época realizada ao serviço do Rio Ave, onde levou o clube ao 5.º lugar e à Liga Europa.

"Foi fruto das circunstâncias. O último clube em que tinha trabalhado era o Swansea, tinha confiança no meu trabalho para assinar pelo Rio Ave e queríamos prepara uma equipa diferente com um estilo diferente. Acreditámos no projeto e no nosso futebol", disse.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.