Bruno, Roberto Sousa e Marcinho são três importantes baixas na equipa do Marítimo. Hoje em conferência de imprensa, Carlos Carvalhal admite que as ausências lhe criam algumas dificuldades para formar a equipa, mas espera poder colmata-las da melhor forma: “Evidentemente que não estamos na máxima força, mas isso não significa que não tenhamos uma equipa preparada e motivada para jogar. Tentamos escolher as melhores opções dentro do plantel”.

Relativamente ao adversário que terá pela frente, o Benfica, o técnico desfez-se em elogios: “É uma grande equipa, com cinco internacionais A de selecções como Brasil e Argentina... estamos a falar de meia equipa. É forte, muito bem organizada e com princípios de jogo bem definidos”.

No entanto, nada que intimide Carlos Carvalhal:  “Não é fácil, grandes colossos da Europa tiveram dificuldade em contrariar este Benfica, mas fizemos o trabalho de casa. E temos as nossas armas. Temos de falar em atributos como a coesão, entrega e uma atitude muito forte, disputando cada lance em todos os jogos como se fosse o último da nossa vida. Temo-nos preparado bem, resta-nos ter a capacidade de contrariar o jogo do adversário”.

Marítimo e Benfica defrontam-se este domingo no Estádio dos Barreiros às 20.15, em jogo relativo à primeira jornada da I Liga.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.