O internacional Sub-21 Cédric Soares concordou hoje com a crítica do Presidente da República sobre o elevado número de estrangeiros no futebol português, embora reconheça que trazem competitividade ao campeonato.

«As estatísticas valem o que valem [58 por cento dos jogadores da Liga são estrangeiros]. Sou português e luto pelo interesse dos portugueses. No entanto, penso que o campeonato nacional fica mais competitivo com a sua presença», disse o lateral direito em conferência de imprensa.

Cédric mostrou-se sensibilizado pelo reconhecimento do Presidente e dos portugueses pela boa prestação da seleção no Campeonato do Mundo de Sub-20 da Colômbia (Portugal foi vice-campeão) e salientou que essa prestação «abriu muitas portas» aos futebolistas lusos.

«Tem-se vindo a notar nalgumas transferências de colegas meus. É bom para Portugal e para o futebol português», acrescentou.

O Presidente da República, Cavaco Silva, condecorou terça-feira a seleção nacional de futebol de sub-20 e aproveitou a ocasião para criticar o número de estrangeiros que competem em Portugal.

Cédric Soares disse ainda que o “salto” para a seleção Sub-21 foi também o concretizar de um dos seus objetivos, tendo considerado que se integrou bem num grupo que já conhecera na formação.

Em relação à Académica, Cédric referiu que o clube «tem objetivos altos e uma palavra a dizer neste campeonato, podendo criar muitas dificuldades a outras equipas».

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.