O argentino Franco Cervi é um dos reforços já assegurados e oficializados pelo Benfica para o futuro, mas a sua chegada a Lisboa deve ser adiada para o final da época.

Apesar da vontade dos encarnados em contarem desde já com o jovem extremo contratado ao Rosário Central, o emblema do 'país das pampas' fez finca-pé na permanência do jogador e exigiu mais uma compensação financeira para o libertar de imediato.

De acordo com a edição desta quinta-feira do jornal Record, o Benfica não acedeu às pretensões financeiras do Rosário e deixou assim a integração de Cervi apenas para julho, com vista à próxima temporada.

Recorde-se que já nas últimas semanas o técnico do Rosário, Eduardo Coudet, tinha frisado a importância do extremo para a sua equipa e que queria contar com a sua ajuda para a Taça Libertadores.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.